quinta-feira, setembro 01, 2005

Privilégio é amar...

Ah, o amor...(para Eduí)

Privilégio de amar,
de confiar,
de olhar nos olhos ...
de ver, além do físico!
de dentro ... o ver da alma.

“Ah, o amor...”.
Quanta coisa te faz fazer o amor...”

Palavras doces bobas palavras, com sentido ou sem sentido,
sentidas...

“Ah, o amor...”.
Quanta palavra te faz dizer o amor...”

Minutos que levam horas...

.”Quanta vida,
Quantas horas, doadas ao amor.”

e horas que passam em minutos...

“Quantas frases dita ao vento, dedicadas ao amor”.

Poemas incompreensíveis,
poemas plagiados de Clarisses, Caios ou lucios,
Adaptados.

“Ah, o amor...
Quanta noite não te deixa dormir...”
Sono que nunca vem,
sonho que nunca acaba...
água na boca...
barriga que nunca enche!

“Quanto sonho te rouba
o amor...”
Saciados em uma cama,
preguiça que não passa!

“Faz sentir-te maior que o mar..
Faz sentir-te forte como o vento!”

Somos os mais ricos do mundo!

Com meu sentimento

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home